Guia de Saúde Oral Materno Infantil

O Guia de Saúde Oral Materno-Infantil foi revisado pela Sociedade Brasileira de Pediatria, com o objetivo de disseminar conhecimento para promoção de saúde oral em todo território nacional, valorizando a odontologia como fundamental para a saúde geral e incentivando a primeira visita ao dentista, no surgimento do primeiro dente de leite ou antes de um ano de idade, conforme preconizado pela American Academy of Pediatric Dentistry (AAPD) e Associação Brasileira de Odontopediatria.

Coloco aqui algumas orientações importantes que constam no guia:

Gestantes: A saúde durante a gestação é um dos principais fatores a determinar o nascimento de um bebê saudável. É importante que você aprenda a como cuidar da sua própria saúde oral, porque crianças cujas mães sofrem de doenças orais têm mais chances de também sofrer dessa condição. Doenças orais na infância podem levar a dor e estresse, e afetar o desenvolvimento e bem-estar geral da criança. Crianças comumente copiam os hábitos de higiene oral dos pais enquanto crescem, então é importante que você comece e mantenha hábitos saudáveis mesmo antes do seu bebê nascer.

Bebês: Desde o nascimento até o final da adolescência, as arcadas dentárias e as estruturas orofaciais irão crescer e se desenvolver. Manter boas práticas de saúde oral e visitas regulares ao dentista tão logo o seu bebê tenha seus primeiros dentes permitirá o acompanhamento dessas estruturas, e garantirá um sorriso saudável pela infância.

Crianças: A criança deve visitar o dentista regularmente, mas é excepcionalmente importante fazer uma consulta quando os primeiros molares permanentes erupcionarem. Isso pode evitar que esses dentes sofram de cárie.

Veja guia completo aqui.

#saúdeoral

Posts Relacionados

Ver tudo

OUTROS TEXTOS PARA VOCÊ