Respostas a 3 dúvidas frequentes sobre higienização das mãos

A gente não vê a olho nu, mas todos nós vivemos um constante troca-troca de micro-organismos com as pessoas e com o ambiente à nossa volta. Ao dar um aperto de mão, ao receber um beijo, ao tossir e espirrar, ao apertar o botão do elevador ou ao passar a mão pelo corrimão, entre tantas outras atividades cotidianas, entramos em contato direto com vírus, fungos, bactérias e outros germes. Eles formam uma flora transitória com elevado potencial patogênico, podendo causar as mais diferentes doenças, como herpes, gripes, resfriados, conjuntivites e diarreias.  

 

Por isso, lavar as mãos é essencial para a saúde, pois elas são as principais vias de contato e de transmissão dos micro-organismos - tanto que dia 5 de Maio é o Dia Mundial da Higienização das mãos, tamanha a importância deste hábito. Sabe-se que mais de 80% das doenças infecciosas são transmitidas pelas mãos. É ainda mais necessário incorporar esse hábito no dia-a-dia das crianças, principalmente em espaço coletivo, e é na primeira infância que as aprendizagens se consolidam.

 

Confira as informações que reunimos para responder a 3 dúvidas frequentes sobre este assunto:

 

 

1. É melhor usar água e sabão ou álcool em gel?

 

A lavagem adequada das mãos com água e sabão promove a remoção dos micróbios, pois o sabão é um agente tensioativo emulsionante que, em contato com a água, reduz a tensão superficial e permite que as bactérias sejam removidas das mãos e escorram pelo ralo. É o que basta para manter as mãos limpas e evitar doenças,

 

No entanto, o álcool em gel para as mãos oferece a comodidade de ser utilizado sem água, podendo ser transportado em frascos e usado em qualquer hora e local. Com concentração de 70%, é capaz de “matar” ou “destruir” quase a totalidade das bactérias em nossas mãos, pois causa danos à proteína, degradando-a. Mas, para ser realmente eficaz, precisa ser aplicado em mãos sem sujidade aparente, ou seja, sem resíduos de alimento ou terra, por exemplo.

 

Por isso, o álcool em gel deve ser um aliado à higienização com água e sabão, e não um substituto. As mãos devem ser lavadas antes de qualquer refeição, após usar o banheiro, após manipular alimentos crus, após espirrar, tossir ou mexer no nariz, após tocar em animais ou nos seus dejetos, após mexer no lixo, antes e após uma visita a um doente, antes e após tocar em feridas e sempre que as mãos estiverem sujas.

 

 

2. Como lavar as mãos adequadamente?


Primeiro, devemos molhar as mãos e passar o sabão de modo a obter espuma, em uma quantidade que cubra toda a superfície das mãos. O sabão líquido é mais indicado do que o em barra, pois neste último as rachaduras podem virar esconderijo de micro-organismos. 

 

Depois, é preciso friccionar durante 15 a 20 segundos (sim, tudo isso!). Uma campanha global lançada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) ensina que não precisa olhar no relógio; basta cantar o "Parabéns a você" duas vezes durante o esfrega-esfrega (não precisa cantar "É pique, é pique"). Devemos ter o cuidado de abranger todas as áreas das mãos, esfregando as palmas, os dedos e entre os dedos, as pontas dos dedos, as costas das mãos e os punhos. Depois, devemos enxaguar até retirar toda a espuma e secar bem em toalha limpa. O ritual completo deve durar em torno de 50 segundos.

 

A lavagem de mãos das crianças pequenas precisa ser acompanhada por um adulto. As músicas são uma maneira lúdica de incentivá-las a realizar este bom hábito, e elas costumam demonstrar satisfação no contato com a espuma. Com mãozinhas limpas, podem voltar a brincar, explorar o mundo e pegar os alimentos, de maneira mais segura.  

 

 

3. Sabonete antibacteriano é mais eficiente?

 

Estudos mostram que os sabonetes antibacterianos que contem o componente químico chamado triclosan (ou triclosano) em sua composição não são mais eficientes na eliminação das bactérias das mãos do que um sabonete convencional. Na concentração existente nos produtos comercializados, este componente só seria eficaz se os microrganismos ficassem “em banho maria” por mais de nove horas. E isso, claro, não acontece na vida real.

 

 

 

 

 

 


 

 

Please reload

OUTROS TEXTOS PARA VOCÊ

Please reload

 

AGENDE CONSULTA PARTICULAR / REEMBOLSO

Consultório Alphaville | Santana de Parnaíba | SP  

Av. Yojiro Takaoka, 4384 Sala 313 | Shopping Service

Tel. 11 4153-7173

Whatsapp 11 98594-1625

Consultório Vila Mariana | São Paulo | SP

Av. Prof. Noé de Azevedo, 208  Sala 101

Tel. 11 5579-4197 - 5539-4164 

Whatsapp 11 98595-5019

Logo Leda Barone

Dra. Leda Silvia Calvo Barone

Pediatra e Homeopata

CRM 53.500

  • Consulta particular, com desconto para irmãos.

  • Emitimos recibos para reembolso pelo convênio de saúde.

  • Estacionamento terceirizado no local.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

@2020 por Consutti para Leda Barone