Cartilha traz dicas práticas para conviver melhor com a alergia alimentar

O assunto é muito sério.

A estimativa é que 6% a 8% das crianças com menos de três anos de idade no Brasil sejam afetadas por alguma alergia alimentar.

Muitos alimentos são capazes de provocar alergia, porém, cerca de 90% das alergias alimentares são causadas por ovo, leite, amendoim, soja, trigo, oleaginosas, peixes e crustáceos.

As reações são muito variadas, com sintomas que podem surgir na pele (urticária, inchaço, coceira, eczema), no sistema gastrintestinal (diarreia, dor abdominal, refluxo, vômito) e respiratório (rinoconjuntivite, tosse, rouquidão, chiado no peito), podendo, em alguns casos, haver o comprometimento de vários órgãos (reação anafilática).

Se seu filho tem alergia alimentar, vale a pena ler atentamente esta Cartilha, desenvolvida pela Proteste e pela equipe da campanha “Põe no Rótulo”, e disseminar a informação entre as pessoas próximas a ele (parentes, babás, professoras).

Este é o link: http://poenorotulo.com.br/CartilhaAlergiaAlimentar_29AGO.pdf

Vale ressaltar que a Homeopatia é um poderoso aliado nos casos de alergia alimentar. Como os medicamentos homeopáticos são baseados na Lei dos Semelhantes (tratada neste artigo aqui) eles ajudam a reduzir a sensibilidade da organismo àquela substância.

Além da elaboração do produto sensibilizante, é fundamental que o homeopata prescreva um medicamento que atue também equilibrando os aspectos emocionais.

#alergiaalimentar #alimentação

Posts Relacionados

Ver tudo

OUTROS TEXTOS PARA VOCÊ